Matias Rebak

Virtual 10 a 14 de Setembro de 2020

Programação CBVS 2020

2º CBVS

Num mundo com tantos conhecimentos, informações, semelhanças e diferenças, tudo pode ser comparado? Pode-se fazer comparações a qualquer tempo? É tudo a mesma coisa? Analogia é tema do CBVS em 2020. Nem tudo é o que simplesmente parece ou o que a gente pensa que é. Por isso, o saber é tão importante.

O Congresso Brasileiro de Vida Silvestre tem por objetivo realizar interações, através de tecnologias disponíveis, com discussões sobre a vida silvestre de forma compacta, propositiva e democrática, num evento técnico-científico que reúne comunidade acadêmica, técnicos, integrantes de organizações da sociedade civil, representantes de organizações governamentais e demais pessoas que atuam ou têm interesse na temática da vida silvestre. Todos os trabalhos abordam espécie(s) com ênfase nas relações com o ambiente e associação com o ser humano e a sociedade.

Quinta, 10/09

10:00-12:00 Abertura - O que é Ciência da Coexistência? – Silvio Marchini

14:00-15:30 Novos métodos de levantamento de pequenos mamíferos, Pitfall suspenso e Câmera térmica Iasmin Macedo

16:00-17:30 Os saguis-da-serra (Callithrix aurita e C. flaviceps) e a importância do Centro de Conservação dos Saguis-da-Serra da Universidade Federal de Viçosa para a proteção dessas espécies – Mayra Fonseca Zerlotini

18:00-19:30 Biologia, Ecologia e Conservação de Budiões (Sub-família Scarinae) na costa brasileira – Carlos Werner Hackradt

20:00-21:40 Sessão Vida Silvestre 1

Sexta, 11/09

09:00-12:00 Oficina Pocket - Iniciação à Ilustração Científica/Naturalista a Grafite – Cristiane Gardim / Anuros do Cerrado: taxonomia, ecologia e interação com o homem – Gabriela Carvalho Santos / Medicina de Tubarões e Raias Veronica Takatsuka / Planejamento da Coexistência Humano-Fauna Silvio Marchini

14:00-17:00 Estado da Arte do Programa Linha de Praia na Costa Norte do Rio Grande do Sul Paulo Guilherme Carniel Wagner / Biologia e Conservação de Anfíbios Anuros Brasileiros com Ênfase nas Espécies do Cerrado – Andrei Guimarães Guedes / Integrando Herpetologia e Parasitologia: Métodos de Campo, Laboratório e Análises das relações ocultas em Anfíbios e Répteis Drausio Honorio Morais

19:00-22:00 Fotografia da Conservação Lujan Pablo Aparecido de Freitas / Introdução das principais ferramentas online de estudo da flora – Julia Cristina Guarnier Vinícius de Castro Freitas Haissa de Abreu Caitano

Sábado, 12/09

08:30-10:00 Fundação Projeto Tamar, muito mais que tartarugas Thaís Pires

10:30-12:00 Tubarões, Identificação, Anatomia, Ecologia e conservação Edris Queiroz Lopes

13:00-14:00 Projeto ConserVamos Cerrado: biodiversidade e conservação nas redes sociais Natália De Paula Lopes Giulianny Aparecida Alves Machado

14:00-15:30 Redescoberta e Conservação da Rolinha-do-planalto (Columbina cyanopis) Albert Gallon de Aguiar

18:00-19:30 Anfíbios – Estrutura das comunidades, declínio populacional e importância ecológica – Daniele Carvalho do Carmo Faria

20:00-21:40 Sessão Vida Silvestre 2

Domingo, 13/09

08:30-10:00 Biodiversidade, Interação Antrópica e Conservação através do Programa Linha de Praia na Costa Norte do Rio Grande do Sul Walter Nisa-Castro-Neto

10:30-12:00 Recifes de corais: importância sócio-econômica e impactos ambientais Miguel Mies

14:00-15:30 Onças: guardiãs da Caatinga Maísa Ziviani Alves

16:00-17:30 O uso de tecnologias na conservação de espécies: conectando pessoas, florestas e muriquis Daniel da Silva Ferraz

18:00-19:30 Estratégias para a conservação de felinos silvestres na Mata Atlântica Micheli Ribeiro Luiz

20:00-21:40 Sessão Vida Silvestre 3

Segunda, 14/09

09:00-12:00 Simpósio GEAS Brasil Ana Beatriz Gusmão dos Santos Thais Fernanda de Jesus Saul Mota Bezerra Jéssica Santos Queiroz Raquel Leite Urbano

13:00-14:00 Serpentes de importância médica do Brasil Nathalie Queirolo Kaladinsky Citeli

15:00-18:00 2º Simpósio Medicina da Conservação Veronica Takatsuka Raquel Meneses de Souza Silva Elisângela de Albuquerque Sobreira

19:00-20:30 Coexistir’ antecede ‘conhecer’ apenas no dicionário: onças e pessoas na Caatinga Cláudia Sofia Guerreiro Martins.

Encerramento CBVS.



CBVS Regras em 2020

Resumos estão distribuídos nas áreas: DOC – Documentários através de registros fotográficos, levantamentos, inventários, listas de ocorrência, taxonomia e estudos ou relatos de caso; EDUCAÇÃO – Atividades de educação ambiental e etnobiologia; SILVESTRES – Resultados de projetos com ênfase às ligações entre espécies silvestres, interligando 'espécie-ecossistema-sociedade' e que contemplam vertebrados, invertebrados, vegetais e organismos unicelulares ou pluricelulares. Modelos: Resumo Simples / Resumo expandido – Prazo para novas submissões entre 12/08/2020 e 14/08/2020 (janela) Faça a sua inscrição!

– Regras para resumo

1. Os trabalhos do Congresso são classificados como:

a. Resumo simples– trabalho em parágrafo único com título, palavras-chave e texto; 'até 4.000 caracteres, incluindo espaços'. atualizado

b. Resumo expandido – trabalho com título, palavras-chave, texto organizado nas seções: introdução '2.000 caracteres, incluindo espaços', metodologia 'até 2.500 caracteres, incluindo espaços.', resultados e discussão 'até 2.500 caracteres, incluindo espaços.', conclusão até 500 caracteres, incluindo espaços.' e Referencias. atualizado

2. O Congresso disponibiliza os modelos ilustrativos de resumos no site e canais do evento;

3. As áreas para envio de resumos são:

a. DOC – Documentários através de registros fotográficos, levantamentos, inventários, listas de ocorrência, taxonomia e estudos ou relatos de caso;

b. EDUCAÇÃO– Atividades de educação ambiental e etnobiologia;

c. SILVESTRES – Resultados de projetos com ênfase às ligações entre espécies silvestres, interligando 'espécie-ecossistema-sociedade' e que contemplam vertebrados, invertebrados, vegetais e organismos unicelulares ou pluricelulares.

4. Para efetivar o envio de resumo é necessário ter realizado a inscrição no Congresso;

5. Cada inscrição dará direito à submissão de até dois (2) resumos;

6. Ao menos um (1) dos autores dos resumos deve estar inscrito no Congresso;

7. São aceitos apenas resumos de trabalhos originais em português e não publicados;

8. A qualidade ortográfica do texto e o conteúdo são de responsabilidade do(s) autor(es) e será considerada como um dos critérios de avaliação pela Comissão Técnica;

9. Autores poderão apresentar na forma de palestra ou vídeo informativo, mediante seleção da Comissão Técnica; atualizado

10. Os resumos com desempenho de destaque podem receber título ‘Melhores Trabalhos’;

11. O prazo final para envio dos resumos está definido para 20/07/2020; Novas submissões entre 12/08/2020 e 14/08/2020 (janela). atualizado

12. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Organizadora.

Brasília, 10 de janeiro de 2020 – Atualizado em 26/06/2020; 10/08/2020.

Comissão Organizadora – Congresso Brasileiro de Vida Silvestre

Fotografia Vida Silvestre é um concurso aberto a todas as pessoas que estiverem com inscrição realizada no Congresso e que queiram compartilhar fotografias sobre a vida silvestre do Brasil. Os registros fotográficos sobre a biodiversidade silvestre compõem uma das mais populares áreas dessa arte em todo o mundo. Além de ser um documento sobre as belezas naturais, a fotografia de vida silvestre proporciona a contemplação de espécies e fenômenos da natureza pelas pessoas. Faça a sua inscrição aqui!

– Regras para o concurso

A Comissão Organizadora do Congresso Brasileiro de Vida Silvestre, publica o presente regulamento:

1. Objetivo – promover concurso de fotografia do Congresso.

2. Fotografias – as imagens criadas por meio de exposição luminosa, utilizando tecnologia digital ou analógica, deverão ser inéditas e retratar a vida silvestre.

3. Formato e Tamanho – as fotografias deverão ser submetidas em formato .JPG ou .PNG com tamanho de até três (3) megabytes cada.

4. Manipulação Digital – são aceitáveis a otimização de cor e contraste, que mantenham cores naturais, de enquadramento (cropping) que mantenham as proporções. O uso excessivo poderá acarretar na desclassificação da fotografia.

5. Autoria e Elegibilidade – o autor deverá estar inscrito no Congresso para submissão da fotografia, quando assume a responsabilidade pela autoria, e por eventuais sanções relativas ao direito autoral.

6. Submissão – o processo será virtual com limite de duas (2) fotografias por autor(a).

7. Exposição – as fotografias serão selecionadas preliminarmente pela comissão para participar de exposição durante Congresso, com notificação aos autores.

8. Comissão Avaliadora – a comissão será composta por avaliadores experientes selecionados pela comissão organizadora que ranqueará as três melhores fotografias.

9. Premiação – a organização do congresso oferecerá aos três (3) classificados e ao vencedor escolhido por voto popular prêmio e certificado, juntamente com a publicação da fotografia nos canais do Congresso e das Instituições participantes; a entrega dos prêmios e certificados será realizada na sessão de encerramento do Congresso.

10. Cronograma – Submissão de fotografias – atividade restrita a congressistas; Exposição e Avaliação – 07/09/2020 a 11/09/2020; Resultado do concurso – 12/09/2020. atualizado

11. Disposições gerais: a. As fotografias fora do formato estipulado, manipuladas eletronicamente por técnicas abusivas ou com baixa resolução podem ser desclassificadas a qualquer tempo; b. A participação neste concurso implica na aceitação das regras e decisões da Organização; c. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Organizadora.

Brasília, 04 de fevereiro de 2020. Atualizado em 01/06/2020; 10/08/2020.

Comissão Organizadora – Congresso Brasileiro de Vida Silvestre

Dentre as metas da agenda mundial dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS, o Congresso se alinha principalmente com as seguintes:

Contato – vidasilvestre @institutojurumi.org.br

Organização CBVS 2020

Comissão Organizadora • Rodrigo Viana, Pamella Cabral, Thayane Silva, Thuany do Amaral, Nathália Araújo, Nathália Coelho, Noeliton Júnior. Comissão Técnica • Bárbara Fonseca; Daniele Carvalho, Drausio Morais, Elisângela Sobreira, Renata Alquezar, Nathalie Citeli.

Acesse a edição CBVS 2019